Oscar 2008

E não é que o meia-boquíssima O Ano em que meus Pais Saíram de Férias, de Cao Hamburguer, bateu Tropa de Elite, de José Padilha, na disputa por uma vaga para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro? Isso porque a escolha da estatueta nada tem a ver com o gosto do público, mas com o bando de sexagenários da Academia. Eu, hein!

Anúncios

5 respostas em “Oscar 2008

  1. comentário sem noção… tu OBVIAMENTE não entendeu o filme ou é anti-semitismo puro… he he he
    sério, não concordo com a tua opinião, pelo menos absoluta, já que não vi o Tropa de Elite para fazer uma comparação…
    bjs

  2. Apesar de serem filmes muito bons no aspecto técnico são muito brasileiros para concorrer a um oscar. Os andróides da academia escolhem filmes com a linguagem mais universal possível. Ou que pelo menos puxem o saco dos americanos como “A Vida é bela”.

    Assisti ao “Ano” e “Tropa” e achei que são perfeitos pro público brasileiro: sem hilações filosóficas, mas com certa simulação da realidade. E se é bom pra nós, não precisa ser bom pra eles, oras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s