Aos poucos eu admito a breguice que reside em mim

Me deu vontade e hoje eu baixei The Way You Look Tonight, do Frank Sinatra. Brega isso, mas deu uma vontade enorme de dançar pelo menos uma vez na vida essa música.

Anúncios

Eu não sei o que eu fiz nos verões passados…

Tá bom, para não parecer tão anti-social, vou fazer o tal meme que a Vanessa me passou. Tempos atrás, ela já havia me passado um e eu passei batido. É para responder: o que você estava fazendo no verão de…

1978
hummm… ainda não era nascida

1983
hummm… ainda não era nascida

1988
hummm… ainda não era nascida

opa, não colou, né? tá bom… recomecemos

1978
Tá, eu juro que não era nascida! Mas bem que ia ser legal, né? Nem precisava ser em 78, poderia ser aos 45 do segundo tempo de 79. Só para não ser ridicularizada por uma parcela da sociedade que acham os anos 80 rédiculos! Por que tamanha discriminação? só porque as pessoas usavam ombreiras, blushs rosas e cintos de plástico coloridos?

1983
Bah, verão de 83! Três anos, meu primeiro namorado, o Jôrique (João Henrique, na língua infantil, para quem não sabe). Acampamento em Santa Catarina com a família. A aventura rendeu um dos traumas que sobrevivem até hoje: não saber nadar. Caí na piscina de um clube e lembro até hoje de como é tentar respirar e enxergar embaixo d’água.

1988
Não lembro exatamente, mas é bem provável que tenha sido um dos últimos verões na casa do vô e da vó, em Tramanda Beach. HA! Lembro que, à noite, tinha medo de encontrar tubarões na praia no outro dia… criança tem cada uma… E, droga, nessa época, provavelmente meu peixe vermelho já não existia mais. Não perguntem que peixe vermelho, oras! Isso é puro fingimento. Todo mundo teve um peixe vermelho que vinha com paradinhas de brincar na areia.

1993
O verão dos meus 13 anos. Não fui para à praia. Fiquei no forno insuportável de Porto Alegre, esperando minhas melhores amigas da época, Natália e Renata, voltarem do Cassino e de Capão da Canoa, respectivamente. HA, lembro que trocava cartas com elas. Cartas! É, internet nem pensar. O lance era os Correios mesmo, e aquelas fichas metálicas de telefone.

1998
Ah… o verão de 98! Decepcionei pessoas, me apaixonei por outras. Fui no Planeta Atlântida e vi um dos últimos shows de Tim Maia antes dele morrer. Voltamos em um grupo, a pé, para a casa da Bia em Atlântida Sul. QUATRO HORAS de caminhada na chuva! Os pais da Bia não gostaram muito, mas enfim, foi tudo beeeeem diver.

2003
Meu primeiro vestibular depois que voltei de Londres e que decidi largar a engenharia de materiais. Não passei, por sorte. Imagina, tinha me inscrito para publicidade. Fora isso, nada memorável, apenas umas cagadas amorosas, ou seja, coisas (des)memoráveis.

2008
Mais um verão a trabalho. Para quê ir pra praia, quando se pode aproveitar a “frescura” e a solitude em Porto Alegre? Esse lance de praia dá micose e mancha a pele, né, Chaveirinho?

Esses memes tem que passar adiante, né? Ah, faz todo mundo aí!