Drops

* Descobri que sou uma CDF. Droga, eu sou. Primeira semana do meu mês de férias das aulas na Letras da UFRGS e já sinto falta da atucanação de trabalhos e provas. Foram noites mal-dormidas, principalmente depois que minha jornada de trabalho passou a ser oito horas, mas é tão bom estudar por estudar, sem a preocupação de ter que se formar para ter uma profissão e patati-patatá.

* A morte do Michael Jackson me deixou triste e daí?

* Tão bom quando se escolhe um filme despretensiosamente, sem muitas expectativas, e somos surpreendidos. Aconteceu semana passada, com A Partida (2008), filme japonês de Yojiro Takita. O filme ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2009, o que já é motivo para uns tantos dizerem que, por isso mesmo, não seria isso tudo. Alguns críticos chegam a dizer que foi por pender para o lado das produções ocidentais que o filme levou o prêmio. E daí? Não aconteceu com A Vida É Bela? A história teve seu roteiro alterado pela Miramax justamente para ter chances no circuito internacional. O que importa é que as duas são ótimas produções.  E para quem gosta de ir ao cinema para dar aquela choradinha desopiladora, vale a pena. A Partida, além de engraçado, é capaz de dar aquele básico nó na garganta. Enfim, altamente recomendável. Deixo aí o trailer para quem se interessar:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s