Retomando a brincadeira

Tem uma saudade que tem me apertado o coração tanto quanto aquela de todos os lugares onde ainda não estive e todos os livros que ainda não li: escrever.

A ideia é me aproveitar do que começou com assuntos aleatórios, lá em 2006 (cruzes), para falar do meu bem-estar favorito: estar por aí. Até já tinha ensaiado focar no assunto quando fiz o trekking em Torres del Paine, no Chile, e a travessia rumo ao Salar de Uyuni, na Bolívia.

Nesse meio tempo, outra viagem apareceu pelo caminho, coisa loucas aconteceram, muita procrastinação tomou conta de mim, e tudo ficou só na memória. Foi buscando os termos de buscas no meu contador que eu vi o quanto palavras dos roteiros que fiz trazem leitores pra cá. Pensando nisso, talvez eu tente soltar uns drops de Nova York, São Francisco e Yosemite quando der.

Antes disso, a aurora boreal me espera. Ou melhor, parece que eu terei de sentar o corpinho no frio e esperar que ela seja gentil e apareça para mim, em março. A parte de fazer o roteiro, essa que é mais de 50% da diversão, tá na agenda das horas livres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s