drops

Mais um semestre em que eu achei que fosse levar a vida na boa. Aí a pessoa resolve fazer kung fu 3x por semana, aulas na Letras 4x por semana, espanhol no sábado e mais 8 horas de trabalho por dia.

Shows, despedidas, barzinhos com amigos completam a soma de horas diária que fecha em quase 20. Dormir? É para os fracos. Mas rolou uma desmaiada nos dois últimos dias. Tipo deitar e acordar no outro dia com a mesma roupa, saca?

Quando começar a pensar no mestrado? Preciso fazer isso ainda esse mês. Em que área? Falta apenas esse pequeno detalhe.

Voltar a ler. Estava na tentativa de ler Apanhador no Campo de Centeio pela segunda vez, mas ler livro duas vezes em fases como essa é puro luxo. Depois de terminado O Turista Acidental, fico com Paris é uma Festa, do Hemingway.

By the way, título que peguei na ufirguis junto à English Complex Sentences, para me achar um pouquinho naquela aula de inglês meo chata às 7h30min da madruga de terças e quintas no campus do vale. Certo que já rolaram algumas matadas de aula.

Pelo menos tenho assistido filmes. Ou não. Tem dois baixados no computador esperando apenas por um bocadinho de tempo em que eu pare para ver e não pegue no sono. No cinema, rolou hoje Como Treinar seu Dragão, em 3D. Legalzinho. Bonitinho. Momento sociável com o ex-colega e bom amigo Gustavo Skrotzky, que já mentiu para mim que não tinha visto o filme dos Simpsons só para me fazer companhia. Adoro meus amigos.

Anúncios